2013 - Diesel com ultrabaixo teor de enxofre

O Brasil já dispõe do diesel com ultrabaixo teor de enxofre: o Diesel S-10, com teor de enxofre máximo de 10 mg/kg ou ppm (partes por milhão). Desde o dia 1º de janeiro de 2013, o novo combustível substituiu o S-50 nas bombas dos postos em todo o país.

Em veículos a diesel produzidos a partir de 2012, o novo diesel proporciona redução de até 80% das emissões de material particulado e de até 98% das emissões de óxidos de nitrogênio.

O S-10 produzido nas refinarias da Petrobras atende ao mais rígido padrão mundial de qualidade, tal como o praticado na Europa. Os Estados Unidos, por exemplo, ainda utilizam o diesel S-15.

O investimento da Petrobras na qualidade dos combustíveis é contínuo. Entre 2005 e 2012, a companhia investiu R$ 48,6 bilhões na modernização do parque de refino e adequação da logística para atendimento ao mercado interno. Deste total, R$ 27 bilhões foram destinados à produção e movimentação do diesel com baixo teor de enxofre (BTE).

Atualmente: o Diesel S-10 está disponível em mais de 3.500 postos Petrobras em todo o país. Até 2017, a Petrobras investirá R$ 13,4 bilhões para elevar a qualidade do diesel.