2008 - P-51: Um marco para a indústria naval brasileira

Primeira plataforma semissubmersível construída totalmente no Brasil, a P-51 foi lançada ao mar no dia 7 de outubro de 2008. O então presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, esteve na cerimônia de inauguração da unidade que marcou uma nova conquista da indústria naval brasileira, com conteúdo local acima de 75%.

A plataforma integrava o Plano de Antecipação da Produção de Gás Natural (Plangás), criado para reduzir a dependência externa desse combustível, a P-51 faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e a construção gerou 4 mil empregos diretos e 12 mil indiretos. O investimento total na unidade foi de aproximadamente US$ 1 bilhão.

A P-51 começou a operar em 2009 dando início à produção do poço MLS-99 do campo de Marlim Sul, na Bacia de Campos. Instalada em profundidade d’ água de 1.255 metros, a 150 quilômetros da costa de Macaé.

Atualmente: a capacidade de produção da P-51 é de 180 mil barris de petróleo e 6 milhões de metros cúbicos de gás por dia. Já a injeção de água é de 282 mil barris de água por dia e a de geração elétrica é 100 megawatts (energia suficiente para iluminar uma cidade de 300 mil habitantes). São 10 poços produtores de óleo e gás e nove injetores de água. Tem acomodações para 200 pessoas e peso total de 48 mil toneladas.

Galeria de fotos relacionadas à este momento