2003 - Um pacto pela sustentabilidade

Em 2003, a Petrobras tornou-se signatária do Pacto Global da ONU. O programa visa promover princípios universais nas áreas de direitos humanos, trabalhistas, proteção ao meio ambiente e combate à corrupção. A companhia foi a primeira empresa da América Latina a integrar o Comitê do Pacto Global das Nações Unidas.

O pacto busca incentivar as empresas a adotar políticas de responsabilidade social corporativa e de sustentabilidade. Outra proposta é a promoção do diálogo entre empresas, organizações das Nações Unidas, sindicatos, organizações não-governamentais e demais parceiros, para o desenvolvimento de um mercado global mais inclusivo e sustentável.

Atualmente: com mais de 2.500 participantes de cerca de 100 países, o comitê tem seis temas centrais: Energia e Clima, Água e Ecossistemas, Agricultura e Alimentação, Desenvolvimento Social, Urbanização e Cidades, Economia e Financiamento.

Materiais para download