Na foto, da esq. para dir.: O primeiro empregado da Petrobras, Eugênio Antonelli; o empregado Yvan Paes Barreto; o presidente da República, Getúlio Vargas; e o Presidente do CNP, Plínio Catanhede.

Na foto, da esq. para dir.: O primeiro empregado da Petrobras, Eugênio Antonelli; o empregado Yvan Paes Barreto; o presidente da República, Getúlio Vargas.
download da imagem ampliar imagem

1953 - “Quem quer ser funcionário da Petrobras?”

A convocação do dirigente da refinaria na Bahia poderia ser considerada a primeira seleção para formar o quadro de funcionários da companhia. Mesmo colocando em risco a segurança de um emprego que já durava 13 anos, Eugênio Antonelli levantou o braço para fazer história com a Petrobras.

O paulistano integrou-se à companhia no fim de 1953 como auxiliar de refino, pouco depois do então presidente Getúlio Vargas ter anunciado a criação da empresa.

Por 38 anos, Antonelli carregou o crachá número 001, motivo de orgulho por toda a vida, como afirmou em 2003 para registro da memória dos trabalhadores da empresa. “A Petrobras que ajudei a criar nasceu fadada ao sucesso e com a vocação para o social, tão reclamado pelo operário brasileiro”. Hoje, a Petrobras conta com 86 mil empregados concursados.

Galeria de fotos relacionadas à este momento